Estufas espaciais

altÀ primeira vista, os solos do planeta vermelho ou do nosso satélite não parecem os terrenos mais adequados para plantar uma horta. No entanto, diferentes iniciativas públicas e privadas pretendem enviar para lá missões tripuladas nas próximas décadas e, possivelmente, estabelecer colónias permanentes. Em qualquer caso, as futuras comunidades marcianas ou selenitas terão de poder satisfazer as suas necessidades alimentares sem depender dos recursos terrestres.


( 1 Voto )
 
Crateras cósmicas

altPara além de causarem extinções devastadoras na biologia da Terra, os impactos de asteroides, restos de cometas e outros meteoritos de menor dimensão ajudam também a conhecer melhor a geologia dos planetas e das luas onde ocorrem. O astrofísico Paulo Afonso dá uma volta pelo Sistema Solar em busca das maiores crateras.


( 1 Voto )
 
O vaivém europeu

altOs engenhos que enviamos para o espaço não costumam regressar. Quando o fazem, o normal é serem destruídos no processo. Os vaivéns da NASA foram uma exceção. Dado o custo astronómico da sua construção e manutenção (para não falar nas vidas perdidas), o projeto Space Shuttle é considerado um dos maiores fiascos da astronáutica. No entanto, a Agência Espacial Europeia (ESA) está empenhada em ter a sua própria nave de ida e volta. Para isso, foi preciso desenvolver desde o seu perfil, que tem de se adaptar ao peculiar comportamento da atmosfera durante as primeiras fases da descida, até aos sistemas de proteção térmica, orientação e controlo.


( 1 Voto )
 
O olho gigante

altOrçado em mil milhões de euros e com um espelho de 40 metros, o E-ELT irá estudar planetas extrassolares e as primeiras galáxias que surgiram após o Big Bang e medir a expansão do universo, causada pela energia escura. Cientistas e empresas portuguesas preparam-se para fazer parte de um projeto que vai revolucionar o nosso conhecimento.


( 0 Votos )
 
O farol galáctico

altUma equipa internacional de investigadores, que inclui o astrónomo português Paulo Freire, usou o pulsar de maior massa que se conhece para testar os limites da teoria da Relatividade Geral. Situada na nossa galáxia, esta estrela de neutrões tem a companhia de uma grande anã branca, criando o laboratório perfeito para estudar os efeitos da gravidade.


( 1 Voto )
 
Caçadores de asteroides

altAs rochas do espaço constituem uma preciosa fonte de recursos: ouro, platina, água, combustível... Empresas e agências espaciais já começaram a preparar-se para as explorar.


( 1 Voto )
 
Caprichos de estrela

altEm maio, o sol rebentou. Não se tratou, claro está, de uma dessas explosões que fazem as estrelas em fanicos, como acontece nas supernovas. De facto, o astro experimenta periodicamente erupções na sua superfície, algo como o acne primaveral. Em apenas 24 horas, o astro-rei sofreu três destes eventos na banda dos raios X. A sua deteção precoce é fundamental, pois  as explosões representam um perigo para as sondas que se encontram em órbita e para os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional. Além disso, podem interferir com o sinal dos satélites GPS.


( 1 Voto )
 
Cometas criadores

altA ideia de que o aparecimento da vida na Terra necessitou de um empurrão proveniente do espaço não é nova. Embora não seja muito popular entre os astrobiólogos, ao longo do tempo foram aparecendo indícios, como a existência de aminoácidos em meteoritos, de que pode muito bem ter sido assim.


( 1 Voto )
 


Pág. 7 de 24

GuiaTV

Escolha abaixo o canal.

Canal:

Data:

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.

Playlist: 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.