Dentes de «A. sediba» revelam que roía cascas de árvores

altAfinal, o Austrolopithecus sediba comia casca de árvores e madeira, uma dieta misteriosa que ainda não tinha sido encontrada em nenhum outro antepassado do homem estudado até agora, revela um artigo publicado na última edição da revista Nature.

O Austrolopithecus sediba é o australopiteco que se conhece há menos tempo. Quando foi notícia em 2010, pela descoberta de dois fósseis seus, ele ficou posicionado num ponto-chave da árvore da evolução humana. Agora, a descoberta de que estes hominídeos tinham uma alimentação semelhante à dos chimpanzés que hoje vivem nas florestas provoca o espanto.

“O que me fascina é que estes indivíduos são casos estranhos”, disse um dos autores do artigo, Matt Sponheimer, do Departamento de Antropologia da Universidade do Colorado. “Estava bastante convencido de que de há quatro milhões de anos para cá a família dos nossos parentes hominídeos tinha uma dieta que diferente da dos grandes símios [chimpanzés ou gorilas] que estão vivos, mas agora não tenho tanta certeza.”

Os dois fósseis de Austrolopithecus sediba foram encontrados em 2008 em Malapa, num sítio arqueológico a 40 quilómetros de Joanesburgo, na África do Sul, rico em fósseis. Eram as ossadas de uma fêmea, que teria entre os 20 e tal e os 30 e poucos anos, e de um jovem que estaria entre os nove e os 13 anos.

Se eram mãe e filho e como é que caíram numa gruta não se sabe, pelo menos por agora. O que se conhece é que estes dois indivíduos viveram há quase dois milhões de anos. Passearam-se pela Terra muito depois de ter aparecido a primeira espécie de australopiteco conhecida, com 4,2 milhões de anos, e de Lucy, uma Austrolopithecus afarensis que viveu há 3,2 milhões de anos.

Mais: http://publico.pt/1552510


( 1 Voto )
 

Últimas publicações

Publicações relacionadas

GuiaTV

Escolha abaixo o canal.

Canal:

Data:

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.

Playlist: 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.