O castanheiro de Guilhafonso

altO meu contacto prende-se com Monumentos Vivos [SUPER 155], um artigo bastante interessante e que podia ser mais aprofundado. Falo do que conheço e não consta no artigo: http://www.freipedro.pt/tb/270397/guarda5.htm


( 1 Voto )
 
Libelinhas e partenogénese

altMuito interessante o artigo sobre as libelinhas [Dragões Pré-Históricos, SUPER 155], que refere a existência de quatro espécies nos Açores. Uma delas tem uma particularidade única no mundo, só recentemente descoberta por investigadores espanhóis. Trata-se da Ischnura hastate, que se reproduz por partenogénese, ou seja, dispensando a fecundação do macho, que não existe nos Açores. A espécie encontra-se em todas as ilhas, com excepção da Graciosa. Até esta descoberta, as libelinhas eram julgadas os únicos insectos incapazes de se reproduzirem deste modo.


( 1 Voto )
 
Raios e relâmpagos

altNa SUPER 153,  foi publicado um interessante artigo, com o título Como Congelar Relâmpagos. Evidentemente, as belas figuras de energia injectada no acrílico, criadas por Bert Hickman, são de raios e não de relâmpagos. É um erro persistente de tradução, que se comete diariamente nos media em Portugal: jornais, revistas, documentários, etc. Numa revista com o prestígio da SUPER, é imperdoável esta confusão. Sou leitor assíduo da revista e não podia deixar de vos solicitar a correcção pública.


( 0 Votos )
 
Fraudes da saúde

altLi com agrado o artigo Eu Sofro, Tu Sofres, Ele Ganha... [SUPER 152], dedicado a pseudo-medicinas, que mostra alguns dos enganos que espreitam o mais comum dos cidadãos quando procura recuperar a sua saúde.


( 1 Voto )
 
Gil Eannes

altÉ com muito prazer que venho felicitar a SUPER, revista que desconhecia até ser entrevistado sobre o navio-hospital Gil Eannes [Salva-vidas no Fim do Mundo, SUPER 153]. Tenho de dizer que fiquei muito surpreendido e satisfeito pelo elevado nível jornalístico, tanto pelo rigor histórico como pela coragem política de repôr algumas verdades sobre a assistência aos pescadores do bacalhau na época do pré-25 de Abril. A jornalista e a revista estão de parabéns.


( 0 Votos )
 
Nebulosa, não supernova

altNa página 19 da SUPER 154 [Frenesim Solar], encontrei um erro na infografia Intimidades de um Rei Ardente. Com efeito, na sequência da cronologia da vida do Sol, a seguir ao que designam por “dentro de 5000 milhões de anos”, a informação está incorrecta, porque o Sol não possui massa suficiente para converter carbono em oxigénio e, portanto, não explodirá como uma supernova. Ao invés, após o final da fusão de hélio, intensas pulsações térmicas levarão a que o Sol ejecte as suas camadas exteriores, formando uma nebulosa planetária. O único objecto que permanecerá após a ejecção será o extremamente quente núcleo solar, que arrefecerá gradualmente, permanecendo como uma anã branca com metade da massa actual (com o diâmetro da Terra) por mil milhões de anos.


( 0 Votos )
 
Cheng Ho e Gavin Menzies

altNa SUPER 153, fazem extensa referência ao trabalho "histórico" do Sr. Menzies, relativo às viagens de Cheng Ho, onde se escreve que este pode ter chegado ao Estreito de Magalhães e o mais (América: Quem Chegou Primeiro?). Sim senhor, fizeram-se grandes expedições chinesas nos anos 1420, mas apenas no Índico. Tudo o resto é paupérrimo trabalho académico.


( 0 Votos )
 
Ecopistas

altEm relação ao artigo Muita Terra, Muita Terra [SUPER 151], recebemos a seguinte missiva: Venho esclarecer que a primeira transformação de um ramal de via férrea em ecopista teve lugar em Fafe, tendo sido promovida pela autarquia a que então presidia. Foi inaugurada pelo sr. dr. Jorge Sampaio, ao tempo Presidente da República.


( 0 Votos )
 


Pág. 5 de 6

GuiaTV

Escolha abaixo o canal.

Canal:

Data:

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.

Playlist: 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.