Hortas urbanas em debate no Museu da Ciência da UC

altQue relação existe entre o tipo de ocupação urbana e a prática das hortas em Portugal? Quem cultiva no espaço (peri)urbano? Quais são as condições, limites e potencialidades deste fenómeno? De que forma as condições de cultivo e o desenvolvimento das hortas estão a influenciar as famílias que as desenvolvem, economicamente, socialmente e culturalmente ? Vai realizar-se, no dia 2 de Novembro, no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (UC), o colóquio «Hortas Urbanas em Portugal». Dar a conhecer a agricultura urbana, enquanto parte integrante da paisagem das grandes cidades, é um dos objectivos desta iniciativa.

Para Jorge Cancela, coordenador da Associação de Valorização Ambiental da Alta de Lisboa (AVAAL) e um dos convidados deste colóquio, “a agricultura urbana é uma das áreas de maior interesse de implementação pela sua capacidade de gerar micro-rendimentos familiares, promover a coesão social, fomentar as relações inter-geracionais e inter-culturais, melhorar o solo local, contribuir para o equilíbrio do ciclo hidrológico urbano, entre outros benefícios”.

O programa desta iniciativa tem início marcado para as 15h00 com o tema «Ecologia Cívica e Agricultura Urbana: o caso da Alta de Lisboa», seguindo-se «o caso das Hortas Comunitárias de Coimbra», apresentado por Francisco Queirós, Vereador da Habitação da Câmara Municipal de Coimbra. Giovanni Allegretti e Juliana Torquato Luiz, do Centro de Estudos Sociais da UC (CES), são também convidados deste colóquio.

Numa antevisão do futuro, Juliana Torquato Luiz, investigadora do CES, sustenta que “no caso português, assumindo a hipótese positiva de que o fenómeno das hortas (peri)urbanas deixa de ser ignorado por decisores públicos e passa a ter maior apoio e interesse da sociedade civil organizada e da comunidade científica nos últimos anos, é possível vislumbrar um contexto no qual podem surgir desenhos de outros mecanismos participativos para o enfrentamento da crise sócio ambiental global, alcançar maiores contribuições das hortas urbanas para a qualificação da biodiversidade urbana e humana a partir da perspectiva de integração social, cidadania e sustentabilidade”.

«Hortas Urbanas em Portugal» é uma organização do Museu da Ciência da UC e do CES e trata-se da segunda sessão do Ciclo de Colóquios «Homem, Cidade, Ciência», que tem como principal objectivo fortalecer e desenvolver o diálogo entre a comunidade científica, a sociedade civil e as autoridades locais. A entrada é gratuita, mas requer inscrição prévia, através do e-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Mais informações sobre o Museu da Ciência da UC em http://www.museudaciencia.org.


( 1 Voto )
 

Últimas publicações

Publicações relacionadas

GuiaTV

Escolha abaixo o canal.

Canal:

Data:

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.

Playlist: 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.